.
.

Receitas para Cozinhar Fácil

.

Pão Bio de Trigo e Espelta


By colher-de-pau


Há muito tempo que faço pão em casa. Seja porque a maior parte do pão de supermercado e até da maioria das padarias está cheio de ingredientes estranhos ao pão – além das farinhas, fermento, água e sal – seja pelo simples mas enorme prazer de fazer determinadas coisa de raiz. E fazer pão torna-se um prazer.
As minhas aventuras com massa mãe ainda não foram bem sucedidas, essencialmente porque ainda não tive oportunidade de me dedicar a isso a 100%, mas não é por isso que falta pão caseiro aqui por casa.
A receita que me tornou padeira quase todas as semanas – sem ter voltado a pegar na minha máquina de pão que está quase à três anos, desde que mudamos de casa, ainda na caixa, foi a receita do “Pão da Titá”, que podem encontrar aqui no blogue, e já com algumas ligeiras adaptações no meu livro “Família e Amigos à Mesa”. Basicamente a receita consiste em 500g de farinhas, sal, 420ml de água (apesar de às vezes, consoante a farinha poder colocar mais água) e 7g de levedura seca. Misturar (misturar não é amassar, e portanto não precisamos da máquina de pão para nada), levedar entre 1 hora a 12 ou mais horas – quanto mais tempo levedar melhor – e depois cozer em forno quente num tacho de barro ou pirex tapado com tampa – e este ponto, da tampa, é muito importante pois permite que o pão fique com uma deliciosa crosta! (Ultimamente tenho usado uma ultrapro da Tupperware para cozinhar o pão – que também tem tampa e os resultados são os mesmo. E tenho preferido ao tacho de barro, porque o pão fica retangular e mais simples de cortar em fatias e congelar. Apenas por isso!)
Ora nos últimos tempos tenho usado apenas farinhas biológicas para fazer pão. E umas das combinações que tem feito mais sucesso aqui por casa, tem sido este de trigo e espelta. Ontem, quando mostrei o pão no instagram, foram muitas as perguntas, e portanto achei que novamente um post sobre o pão da Titá e as adaptações que fui fazendo, tinham todo o sentido. E continua sem ser uma receita para usar a máquina de pão!
Aqui fica!

Ingredientes para 1 pão:

375g de farinha de trigo biológica
125g de farinha de espelta biológica
flor de sal q.b.
7g de levedura seca (uso fermipan)
500ml de água tépida

Preparação:

Numa taça grande colocar as farinhas, a levedura e o sal e misturar com a colher de pão. Adicionar a água e misturar novamente com a colher até tudo estar envolvido. (Não é para amassar, é só mesmo para misturar. E a mistura fica meia líquida: é mesmo assim!)
Tapar com um pano ou película aderente e deixar levedar no mínimo 1 hora e no máxima até 24 horas. (Normalmente deixo a levedar umas 8 horas, mas este da foto não chegou a levedar 2 horas!)
Ligue depois o forno a 220ºC e lá dentro coloque o tacho de barro, o pirex ou a ultrapro, sempre com tampa, para aquecer ao mesmo tempo que o forno aquece. Quando o forno estiver na temperatura desejada, retire cuidadosamente o recipiente do forno e polvilhe o fundo com um pouco de farinha. Verta a massa para dentro do recipiente que estiver a utilizar e polvilhe com um pouco mais de farinha. Tape com a tampa e coloque no forno deixado cozinhar cerca de 45 minutos, sempre tapado. Ao fim desse tempo pode retirar a tampa e deixar estar mais uns 5 minutos, se quiser uma crosta mais dourada. (Algumas pessoas referem que o pão agarra um pouco. Depende do utensílio que estão a utilizar. A mim nunca me aconteceu nem na ultrapro, nem no tacho de barro vidrado que utilizo. Se receia que isso possa acontecer, coloque papel vegetal antes de colocar a massa do pão)
Retire depois do forno, desenforme e deixe arrefecer sobre uma grelha. Evite cortar ainda quente. (apesar de para amantes de pão ser quase impossível resistir a pão acabado de fazer!)

Bom Apetite!

… Ver artigo completo no Blog




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>