.
.

Receitas para Cozinhar Fácil

.

Ir às compras


compras

 A altura do ano é convidativa a isso e portanto nunca é demais reforçar os cuidados de segurança alimentar para defendermos a nossa saúde e protegermos a carteira…também!

 

São várias as vezes em que, poucos dias depois de concretizarmos alguma compra alimentar, evidenciarmos, aborrecidas, que o alimento se encontra estragado. Agora lanço aqui um ponto de reflexão: será que de facto não terá sido sua culpa…total ou parcial? Eis algumas dicas para contribuir nessa reflexão:

1º Compre os perecíveis (carne, peixe, fruta, ovos, iogurtes) em locais de elevado movimento que garantem uma rotatividade maior nos alimentos que vendem;

2º Assegure que quando visita esses locais, o faz nos dias da semana onde abastecem esses stock’s, normalmente imediatamente antes do fim de semana e logo a seguir ao mesmo. Deste modo compra o mais fresco e garante, deste modo, maior longevidade aos alimentos em sua casa;

 

3º Tenha a astúcia também de procurar realizar as suas compras, nos ditos locais, nos dias propostos, mas em momentos do dia mais tranquilos, ou muito cedo ou muito tarde. Deste modo os funcionários, nomeadamente da peixaria e/ou do talho, estarão mais disponíveis para lhe dar “aquela” ajuda que necessita para bem arranjar o peixe ou preparar a carne como deseja;

4º Quando escolher os alimentos para colocar no carrinho, nem sempre há tempo para estudar os rótulos. É um facto. Por isso, remova TUDO, nos locais mais inatingíveis, preferindo as prateleiras superiores, ou seja, os produtos mais afastados. Lembre-se: tudo está arrumado para que pegue no que está à sua frente. Contrarie essa acção!

5º Cuidado com as promoções: como já tenho avisado, quando se trata de alimentos, verifique se o prazo de validade não estará apertado ou se o produto tem a sua durabilidade comprometida. Ficará contente por ter aderido a uma promoção, dando-lhe a falsa ideia de poupança, pois poucos dias poderá ser forçada a deitar o seu investimento…ao lixo!

6º Salvaguarde SEMPRE as condições de armazenagem de frio para os produtos refrigerados/congelados. Para isso realize a compra destes alimentos no final, de novo contrariando a ordem que o supermercado estrategicamente impõe e guarde estes alimentos para o fim. Transporte-os no saco térmico, que leva no carrinho, e dê-lhes prioridade quando chegar a casa: devem ser rapidamente armazenados no frio!
7º Verifique SEMPRE que as embalagens estão intactas e que os produtos estão em exposição respeitando as condições de armazenagem do fabricante. Se isso não acontecer, não compre o alimento e avise o funcionário mais perto!

Estes cuidados são todos muito simples e merecem a máxima atenção. Trata-se apenas de re-ajustar os seus hábitos…e talvez, não seja mal pensado, para o bem de todos, deixar o filhote na sogra/mãe/creche uns minutos mais para se despachar, mais depressa até, desta imposição doméstica à qual deve ser dado todo o valor…

Dra. Solange Burri
Consultora em Alimentação




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *