.
.

Receitas para Cozinhar Fácil

.

Papelotes de Pescada e Legumes


Hoje trago-vos uma excelente receita, feita a partir de cozedura a vapor e extremamente saudável. Além disso, é uma excelente forma de promover o consumo de legumes, sobretudo pela criançada e de permitir, também, a preparação personalizada (com/sem sal, com/sem ervas aromáticas, com/sem alho, etc).
Lembro apenas que devem ter o simples cuidado de utilizar a face não brilhante do papel de alumínio, cujo revestimento próprio, actua como barreira entre os alimentos e o alumínio, não existindo pois qualquer perigo para a saúde.
Tome nota:

Papelotes de Pescada (4 doses)

4 boas postas de pescada; 1 embalagem de mix legumes ultra-congelados; 1 cebola pequena; azeite q.b.; 2 dentes de alho; tomilho limão ou funcho; 4 folhas de alumínio (35×35 cm); sal q.b.

 

Modo de preparação:

1 – Começar por arranjar bem o peixe, fresco ou ultra-congelado, sendo que neste último caso deve estar descongelado. Lave bem e deixe escorrer um pouco;

2 – Entretanto faça um leve refogado com o azeite e as cebolas em lascas fininhas. Deixe alourar levemente e despeje a mistura de legumes, ainda congelada. Deixe cozinhar durante 5 minutos, envolvendo delicadamente com uma colher de pau;

3 – Prepare agora os papelotes: numa bancada, coloque lado a lado, os quadrados de papel de alumínio. Distribua os legumes pelos 4 quadrados, colocando ao centro. Por cima disponha uma posta de peixe.

 

 
 
 
 
 
 
4 – Tempere com: alho picado, um fio de azeite, uma pitada de sal (> 12 – 18 meses) e a erva aromática que escolheu.

5 – Feche bem, fazendo uma trouxinha e coloque num tacho largo, com água fervente no fundo. Cozinhe durante 2o minutos.

6 – Entretanto coza umas batatinhas primor à parte e salteie também num pouco de azeite e alho. Em alternativa poderá acompanhar com arroz branco.

E lembre-se: não faz mal se os pequenotes não comerem os legumes deste prato. Afinal estarão a ingerir o caldo onde residem as vitaminas e sais minerais, a ser expostos continuamente à sua apresentação à mesa e a observarem o exemplo que os pais dão…Boa?




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *